Oficial Farma
Menu

Oficial Farma

Meu Carrinho

  • Compra 100% Segura - Site Protegido

  • Acumule Pontos com suas Compras

Desconto Progressivo

    Ashwagandha + Licorice + Valeriana 60 Doses

    De: R$ 340,80Por: R$ 255,60ou X de

    Economia de R$ 85,20

    Parcelamento no cartão
    Opções de Parcelamento:
    • à vista R$ 255,60
    • 2X de R$ 127,80
    • 3X de R$ 85,20
    • 4X de R$ 63,90
    • 5X de R$ 51,12
    • 6X de R$ 42,60
    • 7X de R$ 36,51
    • 8X de R$ 31,95
    Outras formas de pagamento
    Comprar
    Acumule
    Pontos Fidelidade:
    de bônus para próxima compra!

    SEGURANÇA

    ASHWAGANDHA + LICORICE + VALERIANA



    ASHWAGANDHA



    A ashwagandha também conhecida como ginseng indiano é uma planta com propriedades medicinais, utilizada como remédio fitoterápico no tratamento da impotência sexual, ansiedade, estresse e cansaço, provocado por esforço físico e mental, e pode ser encontrado na forma de pó ou cápsulas, embora se possa fazer chá das suas raízes.



    O QUE É ASHWAGANDHA?



    Ashwagandha é uma planta fitoterápica indiana usada por séculos por sua capacidade de aumentar a energia mental e física. A ashwagandha é amplamente usada no herbalismo ocidental moderno como um adaptogênico, uma substância que pode ajudar o corpo a se adaptar de maneira saudável ao estresse fisiológico e psicológico, aumentando, assim, a resistência aos agentes estressantes. A ashwagandha também é muito escolhida por contribuir com efeito energético, pois pode diminuir também a produção em excesso do hormônio Cortisol.

    BENEFÍCIOS



    Abaixo você poderá conhecer algumas evidências de melhorias através da adição da Ashwagandha em seu plano alimentar.
    -Tumores;
    -Tuberculose;
    -Problemas de fígado;
    -Inchaço (inflamação);
    -Ulcerações;
    -Estresse;
    -Alteração da função do sistema imunológico;
    -Prevenção dos sinais de envelhecimento;
    -Fibromialgia.

    EFEITOS COLATERAIS



    É dito que o consumo a curto prazo da Ashwagandha é possivelmente seguro. A segurança do uso a longo prazo não é conhecida. Dosagens excessivas da planta podem causar dores no estômago, vômitos e diarreia.
    A ashwagandha pode aumentar o sistema imunológico, por isso, não consuma a planta junto a medicamentos que diminuem o funcionamento do sistema, pois ela poderá reduzir os efeitos oferecidos pelos remédios. A planta também pode causar efeito energético, por isso, caso consuma remédios para dormir, evite essa combinação, pois pode reduzir a eficiência do medicamento.

    LICORICE



    Também conhecido como alcaçuz, o licorice, ou liquorice, é uma planta cujo extrato de sua raíz é usado para diversas finalidades e traz muitos benefícios à saúde, assim como alguns riscos. É utilizado a muitos anos na culinária e na medicina tradicional.

    O QUE É LICORICE?



    A planta herbácea da qual se obtém o licorice é a Glycyrrhiza glabra, que é originária do sul da Europa, Índia e outras partes da Ásia. A origem da palavra licorice vem do grego e significa raíz doce. Essa é uma das características da planta e junto com o cheiro característico consiste no motivo da sua utilização em diversos produtos para conferir odor e sabor. Porém, seu sabor doce é diferente do proporcionado pelo açúcar convencional, sendo mais forte que a sacarose e evidente ao paladar, além de mais duradouro.
    Essa característica e muitas propriedades do licorice são conferidos pelo ácido glicirrízico, uma substância característica da espécie. A planta contém também flavonoides, que são oxidantes naturais e ainda um composto isoflaveno denominado glabreno e um isoflavano, a glabridina, considerados fitoestrógenos.

    PRA QUE SERVE LICORICE?



    Como flavorizante e adoçante, o licorice é empregado na fabricação de balas, doces, adoçantes, medicamentos fitoterápicos e pastilhas, dentre outros, principalmente em alguns países do Oriente Médio e da Europa. Também muito utilizado como planta medicinal na cultura popular, o licorice é empregado no auxílio ao tratamento de diversas doenças como depressão, asma, fadiga, resfriados e gripes, gota, infecções virais e fúngicas, enfisema, menopausa, psoríase, úlceras, artrite, dentre muitas outras.

    BENEFÍCIOS



    Ajuda ao sistema imunológico



    Licorice parece aumentar os níveis corporais de interferon, um molécula sinalizadora fundamental na boa função do sistema de defesa, isso ajuda o organismo a combater infecções por virus, bactérias e fungos. Assim, auxilia no tratamento de gripes, resfriados, gengivites, infecções de garganta, outras infeções por vírus e fungos, e até mesmo HIV.

    Auxilia os sintomas de problemas respiratórios



    O extrato de licorice também é capaz de aliviar tosse e congestão auxiliando na liberação do catarro e muco das vias aéras gerados por doenças infecciosas do trato respiratório. Além disso reduz a ocorrência de espasmos dos brônquios, sendo útil por exemplo no tratamento da asma.

    Alivia os sintomas da menopausa



    Durante a menopausa, a produção hormonal das mulheres cai consideravelmente, levando a muitos sintomas incômodos, como irritabilidade, cansaço, alteração de humor, ondas de calor, dor e inchaço das mamas, etc. Por conter substâncias que são similares ao estrógeno (hormônios femininos), como a glabreno e a glabridina, o licorice pode auxiliar no alívio desses sintomas, ajudando as mulheres que passam por essa fase devido ao seu leve efeito estrogênico.

    Ajuda na saúde cardiovascular



    O consumo de licorice indica levar a uma redução dos níveis de LDL (o colesterol ruim), reduzir sua oxidação no interior das artérias, o que causa a formação de placas de aterosclerose e pode trazer diversos riscos, assim como reduz os níveis de triglicérides. Os mecanismos ainda não são completamente elucidados. Em um estudo, a suplementação de pacientes com colesterol alto, a uma dose de 100 mg ao dia por um mês, levou a uma redução da chance de oxidação do LDL, reduziu seus níveis em 9%, e as concentrações de colesterol total em 5%, além de diminuir os triglicerídeos em 14% e a pressão arterial em 10%. Todos esses parâmetros voltaram ao estágio inicial após um 1 mês de terminado o tratamento.
    Assim, o licorice indica ser um agente capaz de auxiliar no controle de doenças cardiovasculares. Mais estudos são necessários para embasar ainda mais esses resultados.

    Auxilia na ação do cortisol



    Em pessoas que tomam corticóides (medicamentos anti-inflamatórios e imunosupressores) por longos períodos, ou mesmo que têm um nível de stress muito elevado, levam a uma supressão da glândula adrenal, que produz cortisol. Este hormônio é importante para a homeostase do organismo, sendo conhecido como hormônio do estress. O licorice parece regular a função adrenal e consequentemente estabilizar os níveis de cortisol, evitando sintomas como fadiga, ansiedade e quedas de imunidade.

    Melhora sintomas de pele



    Existem evidências de que o licorice pode também auxiliar no tratamento de reações de pele como coceira e eczema, melhorando a vermelhidão, o inchaço e o prurido. O estudo foi realizado utilizado um gel contendo licorice, que foi aplicado durante 2 semanas, 3 vezes ao dia.

    Ajuda na perda de peso



    Em um estudo em que 15 pessoas sem sobrepeso tomaram 3,5 g de licorice por dia durante 2 meses, foi identificado que houve uma redução da gordura corporal porém uma maior retenção de água. Uma segunda pesquisa identificou a ação tópica do ácido glicirrízico em dimunuir a gordura da região da coxa. O óleo de flavonóides de licorice também demosntrou ser efetivo contra o excesso de gordura em um experimento em que pessoas foram suplementadas com 900mg do óleo por dia, durante 8 semanas. Elas apresentaram redução do IMC, da taxa de gordura, de peso total e de LDL. Apesar dessas evidências, mais pesquisas são necessárias para corroborar os efeitos das substâncias presentes em licorice na perda de peso e gordura corporal.

    Combate doenças estomacais



    Apesar de alguns resultados científicos serem contraditórios, há evidências de que o extrato de licorice auxilia no tratamento da úlcera péptica, porém seu mecanismo não é conhecido. A forma mais utilizada para essa finalidade é a purificada, chamada DGL (do inglês deglycyrrhizinated licorice), em que se retira o ácido glicirrízico, responsável por muitos dos efeitos colaterais do suplemento. Em um estudo com 100 pessoas portadoras de úlcera estomacal resistente aos tratamentos convencionais, observou-se que 90% dos pacientes tiveram melhora significativa da doença e em 22 pessoas a úlcera desapareceu completamente. Estudos em camundongos mostrou que a administração de aspirina, um fármaco com grande potencial de causar úlcera péptica, recoberta por extrato de licorice, previniu o desenvolvimento da doença. Além disso, em associação com hortelã-pimenta e camomila, o licorice ajudou a prevenir indigestão e refluxo. Estudos ainda apontaram sua ação contra a dor proveniente de aftas. Pessoas que fizeram enxágue bucal com DGL dissolvido em água morna, 4 vezes ao dia, tiveram um alívio da dor.

    Outras doenças



    O licorice parece ainda ser capaz de auxiliar no tratamento de outras doenças e situações como:
    -depressão;
    -herpes;
    -febre recorrente;
    -hepatite;
    -altos níveis de potássio;
    -dor;
    -doença hepática não relacionada ao consumo de álcool;
    -cãibras musculares;
    -psoríase;
    -lupus;
    -infertilidade;
    -alguns tipo de câncer, e outras.
    Lembrando sempre que nenhum tratamento para todas as doenças citadas deve ser substituído ou mesmo associado antes de consultar seu médico, principalmente em doenças mais sérias e complexas, pois isso pode trazer diversos riscos.

    RECOMENDAÇÕES E EFEITOS COLATERAIS



    O extrato de licorice parece ser seguro quando consumido em pequenas quantidades e por período determinado de tempo, no máximo de 4 a 6 semanas. Mesmo com a utilização adequada, podem surgir efeitos colaterais como dor muscular e dormência nos braços e pernas. O consumo prolongado ou em grandes quantidades pode ter efeitos graves, como pseudoaldosteronismo, uma condição de desbalanço da ação do hormônio aldosterona, que pode levar a fadiga, dores de cabeça, pressão alta e até mesmo ataques do coração, além de retenção de líquidos e inchaço. Pode causar ainda hipocalemia, que é o baixo nível de potássio no sangue, e fraqueza muscular.
    A ocorrência dos efeitos colaterais é principalmente associada ao ácido glicirrízico, por isso considera-se a forma DGL um pouco mais segura.
    O licorice pode ainda interagir com outros suplementos e medicamentos, como por exemplo: inibidores da acetil colinesterase e diuréticos (utilizados no tratamento da pressão alta), digoxina (para probemas cardíacos), corticosteroides, insulina e outros medicamentos para diabetes, laxantes, inibidores da MAO (tipo de antidepressivo), contraceptivos orais, warfarina (um anticoagulante), entre muitos outros.
    Mulheres grávidas não devem fazer uso de licorice, pois ele pode induzir um parto prematuro e aumentar as chances de aborto. Lactantes também devem evitar seu consumo.
    Pessoas com as seguintes doenças e condições clínicas não devem consumir licorice:
    -Doenças Cardíacas;
    -Cânceres que tenham sensibilidade a hôrmonios;
    -Pressão alta;
    -Diabetes;
    -Doença hepática ou renal;
    -Hipocalemia;
    -Disfunção erétil.
    Assim, apesar de ter muitos benefícios, licorice também pode ter efeitos colaterais graves, por isso seu médico deve ser consultado e todos os riscos avaliados antes de iniciar qualquer suplementação com a planta.

    VALERIANA





    A valeriana é uma alternativa natural e poderosa para acalmar os ânimos e a gula! Ela tem ação sedativa e combate ansiedade, agitação e insônia, sem causar dependência.

    O QUE É A VALERIANA?



    A valeriana (valeriana officinalis) é uma planta perene nativa da América do Norte e Europa, possui flores cor de rosa que crescem a partir de uma raiz tuberosa ou rizoma. Colhida quando a planta está com 2 anos, a raiz contém diversos compostos importantes incluindo valepotriatos, ácido valerênico, e outros óleos voláteis. É importante observar que a valeriana possui um forte odor, tanto que novos clientes podem pensar que compraram um lote estragado. Este odor desagradável é completamente normal e deve ser esperado.

    AS AÇÕES BENÉFICAS DA VALERIANA



    Normalmente a valeriana é muito usada em casos de insônia por seu efeito tranquilizante e relaxante, a planta possui efeito sedativo, calmante, antiespasmódico, sonífero, relaxante e anticonvulsionante. Para problemas relacionados ao sono, a planta é indicada em caso de ansiedade, estresse, epilepsia, insônia ou para quem está parando de fumar. Além de possuir propriedades que inibem a vontade de comer.

    EFEITOS COLATERAIS E RECOMENSAÇÕES



    Uma das contraindicações da erva refere-se a pessoas que possuem hipersensibilidade em relação ao extrato da planta. As mulheres grávidas também são orientadas a não fazerem uso da planta medicinal, assim como as pessoas que sofrem com problemas no fígado.
    Crianças e mulheres que estejam amamentando devem checar com o médico a respeito do uso da valeriana.
    A lista de reações inclui tontura, indisposição gastrointestinal, alergias de contato, dor de cabeça, excitação, mal-estar e dilatação da pupila. O seu uso prolongando ainda está associado a problemas como cansaço, insônia e desordens cardíacas.


    Sugestão de uso e benefícios desenvolvidos por profissional habilitado. Todo produto deste site possui dosagens dentro dos padrões usuais.

    Advertência

    Advertência"Se persistirem os sintomas, o medico ou farmacêutico deverá ser consultado"
    "Evite a automedicação. O medicamento mesmo livre de obrigação de prescrição médica merece cuidado"
    "As indicações postas não se tratam de propaganda, e sim de descrição do produto"
    "Consulte sempre um especialista"
    "As imagens postas são meramente ilustrativas"
    "As indicações dos produtos são baseadas no conhecimento científico do profissional farmacêutico e laudos de aquisição dos produtos junto aos fornecedores autorizados pela Anvisa"

    Benefícios

    BenefíciosAshwagandha:
    • Tuberculose;
    • Problemas de fígado;
    • Inchaço (inflamação);
    • Ulcerações;
    • Estresse;
    • Alteração da função do sistema imunológico;
    • Prevenção dos sinais de envelhecimento;
    • Fibromialgia;
    Licorice:
    • Este é um remédio a base de ervas para problemas respiratórios comuns como resfriados dores de garganta e bronquite;
    Valeriana:
    • Suporta um sono descansado;
    • Estudos indicam que a valeriana pode estar envolvida na modulação da atividade cerebral;
    • Suporta um relaxamento saudável;
    • Útil para relaxar os músculos do sistema gastrointestinal;

    Composição

    ComposiçãoPorção: 1 Cápsula
    Ashwagandha - 350Mg
    Licorice - 450Mg
    Valeriana - 400Mg

    Modo de Usar

    Modo de UsarModo de usar: Tomar 1 Dose De 12/12 Hs Preferencialmente De Estômago Cheio

    De: R$ 340,80Por: R$ 255,60ou X de

    Economia de R$ 85,20