Oficial Farma
Menu

Oficial Farma

Meu Carrinho

  • Compra 100% Segura - Site Protegido

  • Acumule Pontos com suas Compras

Desconto Progressivo

    Forpump 160 Caps + Cafeína 210mg 120 Caps

    De: R$ 116,70Por: R$ 110,99ou X de

    Economia de R$ 5,71

    Parcelamento no cartão
    Opções de Parcelamento:
    • à vista R$ 110,99
    • 2X de R$ 55,49
    • 3X de R$ 36,99
    Outras formas de pagamento
    Comprar
    Acumule
    Pontos Fidelidade:
    de bônus para próxima compra!

    SEGURANÇA


    COMPOSTO VASODILATADOR





    As combinações que potencializam a estimulação, síntese e manutenção do óxido nítrico são a febre do momento dentre os praticantes de fisiculturismo e atletas que tem a hipertrofia como objetivo. Pensando neste público, a Oficial Farma criou em laboratório, esta tecnologia como um poderoso ativo para estímulo do Óxido Nítrico, o que faz do forpump o vasodilatador mais potente da atualidade. O óxido nítrico é produzido pelo organismo, gerando o relaxamento de veias, permitindo que o sangue flua normalmente, levando oxigênio e nutrientes até o músculo, principalmente nas atividades físicas de ganho de massa muscular, como o fisiculturismo (bodybuilding) e os treinamentos de vale tudo (MMA). A fórmula do forpump é baseada nos componentes que geram o efeito NO nos suplementos pré-treino mais vendidos do mercado como: Jack 3d, Nano Vapor, NO Shotgun, No Xplode, Plasmajet e outros. A tecnologia combina um composto de Alanina e Arginina em formas de alta absorção e aproveitamento pelo organismo. O forpump garante uma rápida assimilação da Arginina e da Alanina que são precursores do Óxido nítrico e da Carnosina.


    O que é vasodilatação?


    Vasodilatação é o nome dado ao processo que dilata os vasos sanguíneos quando acontece um relaxamento dos músculos conhecidos como músculos lisos; este processo está ligado ou relacionado com a manutenção e regulação da nossa temperatura corporal. Você já notou que a temperatura do ambiente está constantemente mudando? Muitas vezes acontecem mudanças instantâneas. Um exemplo claro é quando a pessoa se encontra em um ambiente onde a temperatura é muito baixa, haverá a contração dos vasos sanguíneos, ou seja, uma vasoconstrição. Isso é causado pelo sistema nervoso central. Depois ocorrerá então o outro processo: A vasodilatação que é a dilatação dos vasos.
    Você já colocou a mão dentro de um recipiente contendo água gelada? Se alguma vez fez isso, assim que você colocou a mão dentro da água aconteceu uma vasoconstrição. Então em certo momento você sentiu até mesmo uma dorzinha. Logo depois aconteceu a vasodilatação. Tanto a vasoconstrição quanto a vasodilatação vão se alternando até acontecer um equilíbrio na temperatura. Quando estamos exposto ao calor, ou seja, alta temperatura, acontece a vasodilatação. Então, é provocada a diminuição da pressão sanguínea e perda de calor para o exterior.


    O que é L-ARGININA



    Os suplementos que ajudam na oxigenação das células são abundantes no corpo humano, no entanto, conforme ressalta Sackheim e Lehman (2001, p. 420), a arginina é a única fonte de nitrogênio atuante na NO sintase (síntase de óxido nítrico). O estímulo do NO contribuirá no aumento do abastecimento contínuo de sangue nos músculos. A partir daí podemos compreender, já de início, que a sua função principal está na saúde muscular. Em resumo, podemos ver que a arginina tem atuação importantíssima para a síntese proteica no organismo. Portanto é um grande agente no ganho de massa magra e perda de gordura, pois esta acaba tendo seu armazenamento limitado. Tudo isso devido à melhora da retenção de nitrogênio. Então, esse suplemento trabalha no desenvolvimento da massa magra em detrimento da gorda, através da chamada NO sintase. Mas é claro que depois disso, a arginina traz outras funções também relevantes, principalmente aos atletas. O estímulo à produção do hormônio do crescimento, mais insulina e glucagon, elementos essenciais para o progresso da performance nos treinos, é um bom exemplo. Alias, a explosão de força recebe muita melhora, já que a arginina é um dos intermediários nas sínteses do fosfato e da creatina. Com isso, o atleta pode contar com um aliado suplementar para ganhar progressão nos treinos de curta duração e alta intensidade. Assim funciona também aos que pararam por algum tempo de treinar e pretendem recuperar mais rapidamente a capacidade que possuíam antes da pausa. Não podemos esquecer que a suplementação de arginina tem seu papel de importância na recuperação dos tecidos musculares. Isso se deve ao fluxo sanguíneo aprimorado e mais intenso em se tratando da irrigação das células através da NO sintase.


    Benefícios da L-Arginina


    Benefícios para a circulação sanguínea e coração: é claro que o suplemento de arginina não deve ser usado como remédio ou produto de tratamento alternativo para problemas circulatórios e do coração. Afinal de contas, é apenas um suplemento! Isso sem contar a sua contraindicação para quem alguma vez já sofreu um infarto. Por outro lado, sim, ela ajuda em muito na circulação sanguínea e estudos já revelaram uma boa atuação do aminoácido em pessoas com insuficiência cardíaca cognitiva. Porém, é evidente que há necessidade de um aval de um médico especialista para a sua administração. Atuação contra inflamação, infecção e diminuição da dor: outro grande benefício da arginina está na sua atuação anti-inflamatória, inclusive já testada na recuperação de inflamações na bexiga, por exemplo. Depois existe a ajuda na cicatrização, como já previsto, principalmente quando ficamos conhecendo sua função na recuperação das fibras musculares. Pesquisas mostraram um benefício relevante na cicatrização dos tecidos logo após procedimentos cirúrgicos. E a sensação de dor acaba diminuindo também em consequência da sua atuação nas células. Para o desempenho do atleta é muito bom, pois a dor é diminuída conforme os músculos se recuperam, já que um efeito é consequência do outro.

    O que é L-ALANINA



    O nome técnico da alanina é acido 2-aminopropanóico e, na prática, a sua fórmula química é CH3CH(NH2)COOH. Trata-se de um aminoácido natural, dos mais comuns que existem, sendo imprescindível na dieta humana. Mas, apesar disso, é considerado “não essencial” porque este pode ser produzido pelo nosso próprio organismo, nomeadamente sendo sintetizada no fígado a partir de outros aminoácidos. A sua estrutura é relativamente simples, com poucas ramificações e, ao mesmo tempo, este consegue ser um dos aminoácidos mais pequenos. Possui um grupo metilo ligado ao “carbono a”. Além disso, esta é uma molécula apolar e hidrofóbica. Apesar de fazer parte de um dos mais complexos sistemas existentes, o ADN, a alanina é uma molécula conhecida há muito, tendo sido isolada no ano de 1879. Mais recentemente foi possível sintetiza-la a partir de outros compostos mais simples. O objectivo disso é melhorar o conhecimento e as técnicas relativas à possibilidade de se sintetizarem de forma artificial proteínas.

    Benefícios da Alanina


    Ao auxiliar a quebra do açúcar no sangue, a alanina assegura que nossas células consigam a energia necessária para exercícios de forçae resistência. Ela torna-se muito mais importante em períodos de estresse. Como um dos componentes da proteína, a alanina também ajuda a minimizar a quebra do tecido muscular e reduz a fadiga. Ela é encontrada em carnes vermelhas, germe de trigo, aveia, iogurte e abacate. A alanina aumenta o tamanho do musculo e a sua força, além de prevenir a sua quebra ao estimular o volume celular e auxiliar a síntese proteica. Isso sem levar em consideração que ela melhora o tempo de recuperação do musculo após os exercícios e previne o acumulo de subprodutos nas células musculares. Os atletas em treinamento intenso se beneficiam da suplementação com alanina em razão do seu potencial de manter os níveis de energia, melhorar a recuperação muscular e aumentar o volume celular. A alanina também ajuda o sistema imunológico, fornecendo o suporte necessário em momentos de grande esforço. Embora este aminoácido não seja tecnicamente essencial, ele parece ser fundamental para a performance atlética. Não importa de onde você irá receber a alanina, seja dos alimentos ou suplementação, você irá perceber que ela ajudará você a manter seu estilo de vida ativo.

    Efeitos colaterais da vasodilatação


    Quando consumidos de acordo com as instruções do fabricante, é pouco provável que apareçam efeitos colaterais. Porém, o excesso de vasodilatação pode causar queda na pressão arterial e sobrecarga do coração, já que o espaço para a passagem do sangue fica maior e o coração precisa bombear com mais força para que isso aconteça. Alguns sintomas possíveis são:
    -Dor de cabeça
    -Tontura
    -Náuseas
    -Erupções cutâneas
    -Arritmia
    -Retenção de líquido
    É importante entender que os componentes de um vasodilatador não alteram os vasos do coração e que a queda da fadiga está ligada exclusivamente à melhor irrigação sanguínea dos músculos e não de interferências no sistema nervoso central.


    Sugestão de uso e benefícios desenvolvidos por profissional habilitado. Todo produto deste site possui dosagens dentro dos padrões usuais.




    CAFEÍNA 210 MG 120 CÁPSULAS - OFICIALFARMA


    "Presente no café uma das bebidas mais consumidas e apreciadas do mundo a cafeína é uma substância de extrema importância para uma série de situações. Tanto que grande parte dos suplementos usados para aumentar a lipólise (termogênicos) e para dar mais disposição durante o treino, são feitos à base de cafeína".


    O QUE É A CAFEÍNA?


    A Cafeína é um elemento que estimula o SNC - sistema nervoso central que pode ser encontrada em alguns tipos de frutos sementes, folhas, alimentos e bebidas, como por exemplo, o chá preto, guaraná, chocolate e o nosso conhecido e saboroso café. Vários estudos têm mostrado que a cafeína usada com moderação é boa para você em uma série de fatores.





    EFEITOS POSITIVOS DA CAFEÍNA


    - Efeito estimulante que aprimora o foco, a concentração e energia, favorecendo o sistema cardiovascular;

    - Aumento da força e da energia disponível;

    - Melhora da performance na prática de exercícios físicos;

    - Inibe o apetite;

    - Tem ação termogênica, pois acelera o metabolismo e a velocidade com que o corpo queima calorias.

    - Atua na mobilização do cálcio muscular, promovendo a duração da contração muscular, o que favorece o desempenho em exercícios de alta intensidade e de curta duração.

    - Estudos indicam que consumir cafeína antes da prática de exercícios podem auxiliar o corpo a usar a própria gordura do organismo como "combustível" para o corpo.

    COMO AGE A CAFEÍNA EM NOSSO ORGANISMO?



    Após ser absorvida e metabolizada no fígado, a cafeína percorre todo o corpo e atua sobre todos os sistemas do organismo por um período de tempo que varia entre quatro e seis horas. Ligando-se às células nervosas, ela age sobre o sistema nervoso central, estimulando a concentração, melhorando o humor e diminuindo a sensação de fadiga após a atividade física e mental. Ao estimular o sistema nervoso, a cafeína faz algumas funções do organismo, como o metabolismo basal, por exemplo, ficarem aceleradas. Essa aceleração aumenta a produção de suco gástrico e facilita a digestão. Também faz as glândulas supra-renais produzirem mais adrenalina que, quando despejada na corrente sanguínea, deixa o corpo todo em estado de alerta.



    OBSERVAÇÕES


    Apesar de ser mais fraca que a efedrina, a cafeína pode gerar uma excessiva estimulação gerando liberação de adrenalina em quantidades perigosas para o organismo, além de estimular a prática de exercícios acima dos níveis seguros. A cafeína também possui um potente efeito diurético, podendo prejudicar a hidratação durante atividades prolongadas. O uso excessivo de cafeína pode ocasionar nervosismo, insônia, aumento da frequência cardíaca, palpitações além de gastrite.


    Sugestão de uso e benefícios desenvolvidos por profissional habilitado. Todo produto deste site possui dosagens dentro dos padrões usuais.

    Advertência

    Advertência"Se persistirem os sintomas, o medico ou farmacêutico deverá ser consultado"
    "Evite a automedicação. O medicamento mesmo livre de obrigação de prescrição médica merece cuidado"
    "As indicações postas não se tratam de propaganda, e sim de descrição do produto"
    "Consulte sempre um especialista"
    "As imagens postas são meramente ilustrativas"
    "As indicações dos produtos são baseadas no conhecimento científico do profissional farmacêutico e laudos de aquisição dos produtos junto aos fornecedores autorizados pela Anvisa"

    Composição

    Composição
    FORPUMP










































































    Informações Nutricionais

    Porção: 1 cápsula 

    Quantidade

    por porção

    L-Arginina 400 mg
    L-Alanina  100 mg
     














    CAFEÍNA



























































    Informações Nutricionais

    Porção: 1 cápsula 

    Quantidade

    por porção

    Cafeína  210  mg
     

    Ingredientes: Celulose microcristalina, fosfato bicálcico, ácido esteárico, Estearato de Magnésio, Dióxido de Silício.

    Modo de Usar



    Modo de Usar





    POSOLOGIA






    FORPUMP



    Modo de usar: Tomar 4 Cápsulas Antes Do Treino Para Dilatação.Tomar 4 Cápsulas Antes De Dormir Para Aumento Da Produção De Gh.






    CAFEÍNA



    Modo de usar: Tomar 1 Cápsula Não Mais Do Que 2 Vezes Por Dia. Espere De 3 A 4 Horas Entre As Doses. Não Ultrapassar 2 Cápsulas Por Dia.


    De: R$ 116,70Por: R$ 110,99ou X de

    Economia de R$ 5,71